Diego Amaral Penha

diego

Psicanalista. Doutorando em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Membro do Grupo de pesquisa CNPq Sujeito, sociedade e política em psicanálise (USP), do Laboratório Psicanálise e Sociedade e do Núcleo de Psicanálise e Política (PUC-SP). Atualmente pesquisa as relações entre Psicanálise, Política, Cinema, Ideologia e Horror. Integrante e organizador do Grupo de Estudos “História da Psicanálise Política”. Autor do livro-revista Teorias de Freud: Descobrindo o Inconsciente pela Editora Discovery em 2013. Autor das pesquisas “Filmes de Terror e Psicanálise: Um esboço dos mecanismos psíquicos subjacentes a espectadores” (2011), Iniciação Científica pela PUC-SP; “Zumbis: O discurso inconsciente em um fenômeno social” (2012), Trabalho de Conclusão de Curso pela PUC-SP; e “Psicanálise e cinema: efeitos e riscos em intervenções psicanalíticas com dispositivos cinematográficos” (2016), Mestrado pela PUC-SP. Editor da revista digital Lacuna: uma revista de psicanálise (lacunarevista.wordpress.com). Crítico e colunista de cinema e quadrinhos para os sites Pipoca e Nanquim (pipocaenanquim.com.br) e Mob Ground (mobground.net).

Currículo Lattes

Dissertação de Mestrado:

Penha, D. A. (2016). Psicanálise e cinema: efeitos e riscos em intervenções psicanalíticas com dispositivos cinematográficos. Dissertação de mestrado, Programa de Psicologia Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. 

Artigos:

2017

PENHA, Diego Amaral; ROSA, Miriam Debieux. O Cinema como Lembrança Encobridora. Artefilosofia: Revista de Estética e Filosofia da Arte do Programa de Pós-graduação em Estética e Filosofia da Arte – UFOP, Ouro Preto, v. 23, p.53-81, dez. 2017. Semestral. Dossiê Arte e Psicanálise. Disponível em: <http://www.periodicos.ufop.br/pp/index.php/raf/issue/view/69/showToc>. Acesso em: 19 fev. 2018.

PENHA, D. A.. Memória, morada da infância.. Lacuna – Uma revista de psicanálise, v. 1, p. 13, 2017.

ROSA, Miriam Debieux; MARTINS, Eduardo de Carvalho; IMBRIZI, Jaquelina; PENHA, Diego Amaral. Considerações sobre (in) visibilidade e espetacularização nos movimentos de resistência à Reforma da Previdência. Psicanalistas Pela Democracia, São Paulo, 4 maio 2017. Disponível em: <http://psicanalisedemocracia.com.br/2017/05/consideracoes-sobre-in-visibilidade-e-espetacularizacao-nos-movimentos-de-resistencia-a-reforma-da-previdencia/>. Acesso em: 04 maio 2017.

2012

PENHA, D. A. Apocalipse e Globalização. Jornal PUC Viva, São Paulo, p. 5 – 5, 30 out. 2012.

Outras Publicações:

2011

PENHA, D. A.; MARZZOLA, A. C. . Filmes de Terror e Psicanálise: Um esboço sobre os mecanismos psíquicos subjacentes a espectadores. 2011 (Iniciação Científica).

 

2012

PENHA, D. A.. Zumbis: O Discurso Inconsciente em um Fenômeno Social 2012 (Trabalho de Conclusão de Curso).

 

2013

PENHA, D. A.. Teorias de Freud: Descobrindo o Inconsciente. São Paulo: Discovery Publicações, 2013 (Revista/Livro).

 

2014

ALENCAR, R. ; NADDEO, L. ; GRINFELD, P. L. P. ; PENHA, D. A.; ESTELLES, A. A. ; KESSELRING, B. B. ; SANZI, C. N. ; SEGUIM, C. B. ; CHALEM, E. ; BUENO, K. Q. ; MOREIRA, N. ; GIMAEL, P. ;  LIMA, S. C. P. ; DAFFRE, S. G. ; SOARES, S. . O acolhimento de bebês: práticas e reflexões compartilhadas. São Paulo: Instituto Fazendo História, 2014 (Livro técnico). 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s